Baltasar Lopes da Silva


Baltasar Lopes da Silva
 (Caleijão, São Nicolau, 23 de Abril de 1907 — Lisboa, 28 de Maio de 1989[1]) foi um escritor, poeta e linguista de Cabo Verde que escreveu em português e em crioulo.

Ver Biografia na Wikipédia

Obras

  • Chiquinho, 1947
  • Cabo Verde visto por Gilberto Freyre, 1956
  • O dialecto crioulo de Cabo Verde, 1957
  • Antologia da Ficção Cabo-Verdiana Contemporânea, 1961
  • Cântico da Manhã Futura (poemas), 1986 (com o nome poético de Osvaldo Alcântara)
  • Os trabalhos e os dias (contos), 1987

Bibliografia

O Dialecto Crioulo de Cabo Verde, Baltasar Lopes da Silva, INCM, 1984.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s